segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Caminhar é bom.

No mundo de hoje com todas as facilidades que temos, muitas vezes esquecemos das coisas simples. Um exemplo, utilizamos demais o carro e deixamos de caminhar, mas experimente caminhar um pouco pela manhã num dia ensolarado, o clima é bem agradável.
De vez em quando apenas precisamos de um tempo e esse pode ser seu tempo. Caminhar pode ajudar a colocar as idéias "no lugar", você pode refletir sozinho e acredito que o clima agradável e tranquilo pode ajudar a fazer isso. Caminhar também traz uma sensação de bem-estar, pois libera um hormônio que causa essa sensação de satisfação, claro que isso só acontece se a caminhada for praticada na intensidade e distância adequada. Talvez durante a semana você não tenha tempo, para caminhar, e sei que no fim de semana não é tão simples acordar cedo por vontade própria, mas acredito que o sacrifício vale a pena. É uma boa oportunidade para desestressar e sair da rotina.

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Atitude

Bem, hoje entendi algo claro e óbvio que muitas vezes é oculto no cotidiano. Quando estamos em uma situação ou vivemos numa determinada rotina que parece sempre a mesma coisa, depois de um tempo acostumamos e até gostando disso, mas quando "abrimos os olhos" se torna entediante e chato se não acontece nada de novo.
Depois de ter os "olhos abertos", a situação começa a incomodar, e ela só mudará se você tomar alguma atitude de mudança. Uma vez ouvi uma palestra "nada muda se eu não mudar", de certa forma isso faz sentido, a mudança tem que partir de nós, se não ficaremos sempre na mesma.
Não basta apenas querer, tem que se levantar e fazer, se mover. Claro que começa com a vontade de mudar, mas não vai adiantar nada eu querer mudar e não fazer nada para isso. A palavra é ATITUDE, isso é fundamental para começar a transformar alguma coisa.
Quando quiser mudar algo, não fique apenas criticando, reclamando, mas tome a iniciativa, tenha atitude, pois os que só falam, apenas incomodam mais.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Concursos estranhos...

Bem, estava eu mexendo no globo.com quando vi uma foto de um cachorro transformado em camelo, fiquei curioso e fui ver o que era. Era um concurso de transformação de cães.
Então resolvi postar umas fotos aqui, sem muitos motivos.

Cãovalo

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Tirinha para descontrair...

Não sei o que você vai achar, mas eu gostei. Dei umas risadas com essa. Clique nela para ampliar.



sábado, 15 de agosto de 2009

Não me leve a mal...

Bem, tenho falado nos meus últimos posts sobre minha fé. Sim, acredito que ela pode transformar vidas, assim como a mostrada no vídeo anterior, mas não é o fato de começar a crer em Jesus Cristo que em um piscar de olhos você deixará de falhar para se tornar um ser humano perfeito. Não existe isso em nenhum lugar. O povo de Deus é composto por pessoas falhas, mas que creem Naquele que É Perfeito. A mudança de vida é feita aos poucos, assim como a água não se transforma em gelo de um minuto para o outro, a vida não é mudada num passe de mágica, mas é um processo, que tem tempo indeterminado para acabar. A fé é o alicerce para a mudança, se você não crer que Deus pode te ajudar a mudar, não adiantará muita coisa. Não sei o que você pensou ao ler os últimos posts, mas estou sendo realista, pois não criarei um mundo "cor-de-rosa", cheio de pessoas que não erram, e são totalmente solidárias. Na igreja as pessoas erram sim, mas infelizmente é criado um paradigma que não se admite o erro, criando assim um olhar de que ninguém lá pode errar, ou como é dito pecar. Mas então qual é, ou pelo menos qual deveria ser a diferença da Igreja, se as pessoas lá são normais como todas as outras? O amor. O amor deve ou deveria ser o diferencial, amar mesmo que a outra pessoa falhe, amar sem preconceitos, simplesmente amar, se importar com o outro. E como cristão tenho que assumir que em muitos lugares não tem sido esse o diferencial das igrejas. Sim, assumo nossa falha, porque como disse não irei fantasiar as coisas como "tudo é perfeito". Mas então por que estou falando tudo isso? Para esclarecer como são as coisas na vida real e para não deixar você frustado ao ir a uma igreja caso não tenha uma boa experiencia indo em uma. Por isso peço, não me leve a mal, assim como coloquei as coisas boas da minha fé, quis apenas colocar algumas limitações e falhas que temos. Ser realista é totalmente fundamental e não esconder as coisas é não ser hipócrita.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Brian Head - ex-guitarrista da banda Korn

Não preciso falar nada. Ver o vídeo é suficiente.

video

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Quando as luzes se apagam.

Observando alguns shows, apresentações e vivendo um pouco disso, percebi que é tão diferente quando há um show ou uma apresentação, o clima muda, tudo parece perfeito, quem está em cima parece que está muito feliz e de fato está mesmo, pois depois do suor, do esforço, vem a recompensa, os aplausos, os elogios. Mas e quando as luzes se apagam e o público vai embora? Como fica a vida de quem vive de shows? Quando a magia do palco termina, a vida volta a ser aquela de antes de entrar, talvez você esteja mais satisfeito, feliz ou triste, mas a vida volta a ser como era, a alegria depois de um tempo vai embora. Estava observando uma avenida da minha cidade que costuma ser bem movimentada durante o dia, mas numa madrugada de segunda feira é bem quieta e triste. O show acaba e as luzes se apagam e a vida volta a rotina, mas como preencher o vazio que fica por dentro? Jesus faz uma promessa aos Seus seguidores, que Ele estaria com eles todos os dias, até o fim dos tempos. Essa é uma companhia sobrenatural, quando há angustias por mais que não consigamos ver Ele, quando falamos com Ele, Ele traz paz, traz conforto, preenche o vazio. Quando a vida volta a ser monótona, Ele motiva a viver. Parece mentira, mas se você experimentar, conseguirá entender que o que digo é verdade. Não sou isento dos problemas, mas sei que meu Deus está acima de tudo e de todos, e esse meu Deus também é meu Pai, quando confio e entrego tudo a Ele, posso colocar a cabeça no travesseiro e dormir com paz no coração, pois sei que Ele vai me ajudar.